Fatores de risco


Gripes e pneumonias podem agravar cardiopatias



frioCom a chegada das baixas temperaturas no país, há aumento da incidência de doenças como gripe e pneumonia. O que muitos não sabem é que indivíduos cardiopatas, especialmente aqueles com insuficiência cardíaca, podem ter seu quadro agravado por causa de uma simples enfermidade como essas.

“Uma pneumonia, tanto em um paciente ‘normal’ quanto num paciente com insuficiência, é grave. A diferença é que o coração da pessoa com insuficiência trabalha no limite. Então, quando ele adquire um quadro infeccioso, automaticamente há uma sobrecarga, pois o músculo cardíaco não consegue bombear sangue para todo organismo. Se isso não for tratado, pode facilmente levar a óbito, pois os indivíduos cardiopatas são mais suscetíveis a complicações de infecções respiratórias”, explica Ricardo Mourilhe, vice-presidente da Socerj (Sociedade de Cardiologia do Estado do Rio de Janeiro). Complicações também podem ocorrer em quem tem marca-passo ou ponte de safena.

Como forma de prevenção, a recomendação dos cardiologistas é que pacientes com insuficiência cardíaca tomem regularmente as vacinas que combatem a gripe e também a que previne a pneumonia.

A vacina para pneumonia é administrada em dose única e vale para a vida toda. Já a da gripe deve ser aplicada uma vez por ano, pois os vírus sofrem mutação constantemente. Muitos não sabem mas pacientes cardiopatas têm direito às vacinas gratuitamente nos postos de saúde, mediante pedido médico.

 

Veja Também