Fique Alerta


Somente 2% dos brasileiros sabem reconhecer os sintomas do infarto



Close up mid section of a young man with chest pain
image-2925
Pesquisa divulgada recentemente pelo Instituto Datafolha junto com a SBC (Sociedade Brasileira de Cardiologia) revela que dos mais de 600 entrevistados que já foram vítimas do problema, só 2% souberam reconhecer os sintomas. O levantamento foi feito em seis capitais brasileiras: São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Bahia, Pará e Goiás.

É importante lembrar que quando se trata de doenças do coração, a falta de informação pode ser fatal. No Brasil, segundo dados do Ministério da Saúde, a cada 2 minutos morre uma pessoa devido a uma enfermidade cardiovascular, e não saber quando se trata de um infarto diminui a chance de sobrevivência.

O principal sinal do infarto é a dor aguda no peito, que perdura por mais de 20 minutos e se irradia para o braço ou ombro esquerdo.Além da terrível sensação de que algo aperta o coração, a pessoa pode sentir dores e desconforto em toda a região torácica, assim como falta de ar, fadiga, azia, suor excessivo, dor nas costas e no pescoço.

Isso acontece porque os órgãos e tecidos do corpo são interligados e interdependentes. O músculo cardíaco não funciona sozinho: precisa de uma boa oxigenação promovida pelos pulmões, da pressão sanguínea (ou bombeamento de sangue) eficiente e constante e, ainda, de um sistema circulatório sadio, livre de placas de gordura ou coágulos que impeçam a chegada do sangue e do oxigênio aos diversos órgãos.

Nem sempre é fácil reconhecer a situação. Por isso, a dica é que mesmo que você não tenha absoluta certeza de que esteja tendo um ataque cardíaco, tome por precaução dois comprimidos de AAS (ácido acetilsalicílico) e ligue para o Samu 192.

*Atenção: O uso do AAS só deve ser feito se o indivíduo não for alérgico. Caso contrário, somente aguarde o resgate chegar para que possa ser medicado com outros remédios.

Veja Também