Alimentação


Uvas sem sementes têm substâncias cardioprotetoras



iStock_000003495719Smallok
image-1356
As uvas sem sementes do tipo Thompson e Crimsom, que todo mundo gosta porque não dá trabalho nenhum comê-las, tem outras vantagens bem mais importantes. São ricas em potássio, fibras, vitaminas A e C e ainda fazem bem à saúde do coração. Por conta de tais propriedades, são classificadas como alimentos funcionais, isso é, trazem benefícios consideráveis para o organismo, combatendo ou evitando doenças.

Segundo o INC (Instituto Nacional de Cardiologia), a  vitamina A é importante para a visão, desenvolvimento dos ossos e cabelos. Já a vitamina C está ligada ao combate a infecções e resfriados, as fibras são notórias armas para o bom funcionamento intestinal e o potássio é bom para os músculos, pois ajuda a evitar câimbras.

A proteção do músculo cardíaco se dá pela alta concentração de flavonóides e fenóis, que estimulam o fluxo de oxigênio, dióxido de carbono e nutrientes essenciais na corrente sanguínea. Assim, evitam a formação de coágulos e contribuem para a redução da pressão arterial.

As uvas Crimsom (roxas) ainda têm na casca o resveratrol, substância que a videira produz para protegê-las do calor, da umidade e de doenças que atingem a plantação. No organismo humano, esse composto também tem efeito protetor, devido a suas propriedades antiagregação plaquetária e redutora de triglicerídeos.

Para obter todos os benefícios do alimento, a recomendação é que se ingira de dez a 15 unidades dessas variedades todos os dias.

Veja Também