Exames


Exames laboratoriais podem ajudar a diagnosticar doenças do coração



examedesangue
image-2417
Estimativa da OMS (Organização Mundial da Saúde), referente a 2000 até 2040, aponta que as mortes por doenças cardiovasculares no Brasil tenham um crescimento de 250%. Os problemas do coração e derrames já são hoje as principais causas de óbitos entre brasileiros.

Problema tão graves, entretanto, podem ser detectados antes que seja tarde demais por meio de alguns exames laboratoriais simples. São os chamados marcadores cardíacos, testes que identificam substâncias liberadas no sangue quando há alguma lesão no coração ou doença cardiovascular associada.

“Com alguns exames de sangue, como Perfil Lipídico, Ácido Úrico, Homocisteína, Proteína C-Reativa-Ultrassensível (PCR-us), Glicemia de jejum, Hemoglobina Glicada, Lipoproteína-a [Lp(a)], ApoB, ApoA1  e outros, é possível identificar problemas cardiovasculares e monitorar a gravidade do caso. Cabe ao médico que acompanha o paciente solicitar os marcadores que mais se adequam a cada caso clínico”, explica o cardiologista e consultor médico do Laboratório Sabin, Anderson Rodrigues. “Até os exames de urina podem agregar para medir o risco cardíaco, como é o caso do exame de Microalbuminúria”.

Não deixe para procurar ajuda somente quando sentir algum desconforto. Você vai gastar somente um dia no ano para realizar um check-up preventivo. Listamos vários exames, mas não necessariamente você terá que passar por todos. De acordo com o cardiologista, esses testes serão solicitados considerando os diversos fatores que oferecem risco de uma doença cardíaca para cada pessoa, como histórico familiar de infartos e derrames, diabetes, sedentarismo, tabagismo, hipertensão arterial, maus hábitos alimentares, estresse, sobrepeso e obesidade.

Veja Também