Fatores de riscoAlimentação


Obesos têm maior risco de sofrer infarto



Obesidade pode levar a doenças cardiovasculares

Um dos motivos pelos quais obesos têm maior risco de infarto é que a hipertensão arterial é até 5 vezes mais frequente nesse grupo. O coração de pessoas com sobrepeso faz mais esforço para bombear sangue, e esse trabalho em excesso pode desencadear doenças cardiovasculares. Além disso, pessoas obesas têm maior risco de acumular gordura em vasos sanguíneos, o que prejudica a circulação do sangue e pode originar obstruções, levando ao infarto.

Então, preocupe-se caso aquelas dobrinhas de gordura em bebês, aparentemente bonitinhas e saudáveis, não desaparecerem após os 5 anos. A chance de se tornarem adultos obesos, hipertensos e com problemas cardíacos é até 40% maior.

A educação alimentar deve ser estimulada já na infância. As recomendações são: estabelecer horários para comer, fragmentar refeições, ingerir proteínas, verduras, legumes e frutas e diminuir a quantidade de doces e alimentos muito gordurosos. Na vida adulta, modere o consumo de bebidas alcóolicas.

A prática de atividade física também é indispensável. Por meio dela é possível trocar gordura corporal ruim por massa magra, melhorar o condicionamento físico, promover a sensação de bem-estar e reduzir o mau colesterol (LDL), um dos principais causadores do infarto.

O sedentarismo e a má qualidade da alimentação estão entre os principais motivos que levam ao quadro de obesidade. Por isso, mantenha uma alimentação saudável e pratique exercícios diariamente, em especial os aeróbicos, como corrida e natação.