Alimentação


Gordura Trans: Perigo oculto na alimentação



batata chips gordura trans
image-5165

Maior dificuldade para digerir gordura trans faz com que ela fique acumulada no organismo.

Diversas guloseimas comuns no dia a dia, como salgadinhos de pacote, batatas fritas, bolos, tortas, biscoitos e sorvetes agradam o paladar, mas podem ser nocivas devido à gordura trans que possuem.

Nem todas as gorduras são prejudiciais. Enquanto a insaturada é benéfica, propiciando a redução dos níveis de triglicérides e da pressão arterial, as saturadas e as trans elevam o nível de colesterol ruim (LDL) no sangue e aumentam o risco de problemas graves como derrames, infarto e outras doenças cardíacas.

“A trans é a mais perigosa, pois o nosso organismo tem dificuldade para digerir e eliminar esse tipo de gordura, que acaba ficando armazenada no organismo“, explica Francine Scochi Turibio, especialista em nutrição e mestre em saúde pública.

Utilidade da gordura trans

A gordura trans origina-se de um processo químico que promove a transição de um óleo vegetal no estado líquido para o estado sólido, com a adição de hidrogênio.

Ainda é muito utilizada no setor de fast food para assar e fritar alimentos comuns nesse tipo de alimentação, como batatas e hambúrgueres, dando sua consistência e textura características. Ela também aumenta o prazo de validade dos produtos, garantindo que permaneçam disponíveis por mais tempo nas prateleiras, o que a torna muito atraente para a indústria alimentícia.

Segundo dados da Abia (Associação Brasileira das Indústrias de Alimentação), entre 2007 e 2010 foram retirados de alimentos processados aproximadamente 230 mil toneladas de gordura trans por ano. A meta estabelecida em 2007 limita a presença de gordura trans a 5% do total de gorduras em alimentos industrializados e a 2% do total de gorduras em óleos e margarinas.

“Atualmente é possível encontrar alguns produtos denominados trans free (livres de gordura trans). São poucos, mas em breve esse número deverá crescer, já que é uma tendência mundial e está de acordo com a política de alimentação e nutrição desenvolvida pelo Ministério da Saúde“, aponta Francine.

Dicas

A quantidade máxima recomendada de gordura trans é de no máximo 2g por dia, considerando uma dieta de 2000 kcal. Conheça algumas dicas sugeridas pela especialista em Nutrição Clínica, Francine Scochi Turibio, para fazer uma alimentação mais saudável:

• Habitue-se a observar bem os rótulos dos alimentos e dê preferência aos que não contenham gordura trans;

• Faça você mesmo batata frita ou assada, pipoca, bolo, sorvete etc. Priorize as versões caseiras dos alimentos em vez das processadas;

• Escolha alimentos naturais, orgânicos ou pouco processados.

Exemplos de alimentos que contêm gordura insaturada

• Azeite;

• Frutas oleaginosas (castanhas, nozes, macadâmia);

• Sementes (linhaça, abóbora, chia);

• Abacate.

Exemplos de alimentos que contêm gordura saturada

• Alimentos de origem animal (carnes vermelhas, queijos, leites, manteiga, iogurte).

Veja Também